Transfinito edizioni

Giancarlo Calciolari
Il romanzo del cuoco

pp. 740
formato 15,24x22,86

euro 35,00
acquista

libro


Giancarlo Calciolari
La favola del gerundio. Non la revoca di Agamben

pp. 244
formato 10,7x17,4

euro 24,00
acquista

libro


Christian Pagano
Dictionnaire linguistique médiéval

pp. 450
formato 15,24x22,86

euro 22,00
acquista

libro


Fulvio Caccia
Rain bird

pp. 232
formato 15,59x23,39

euro 15,00
acquista

libro


Jasper Wilson
Burger King

pp. 96
formato 14,2x20,5

euro 10,00
acquista

libro


Christiane Apprieux
L’onda e la tessitura

pp. 58

ill. colori 57

formato

cm 33x33

acquista

libro


Giancarlo Calciolari
La mela in pasticceria. 250 ricette

pp. 380
formato 15x23

euro 14,00
euro 6,34

(e-book)

acquista

libro

e-book


Riccardo Frattini
In morte del Tribunale di Legnago

pp. 96
formato cartaceo 15,2x22,8

euro 9,00
e-book

euro 6,00

acquista

libro

e-book


Giancarlo Calciolari
Imago. Non ti farai idoli

pp. 86
formato 10,8x17,5

euro 7,20
carrello


Giancarlo Calciolari
Pornokratès. Sulla questione del genere

pp. 98
formato 10,8x17,5

euro 7,60
carrello


Giancarlo Calciolari
Pierre Legendre. Ipotesi sul potere

pp. 230
formato 15,24x22,86

euro 12,00
carrello


TRANSFINITO International Webzine

Acqua

Paolo Pianigiani
(15.11.2006)

E te dás conta de quão belo pode ser quando as bocas se desprendem, suavizando o afastamento com um último e hesitante enlace...quase uma saudação à gruta ou à garganta, um último olhar ao lugar do desejo e da água. Água da qual se escuta o fluido encontro com as paredes, o cortante encontro com os dentes, apenas perceptíveis na passagem e repentinamente ausentes, aptos tão só a sustentar o limite das bocas num contato quase que de dor quando se prolonga na busca da ânsia recíproca da descoberta. Na fusão de suspiros apagam-se as palavras e necessidades, amenizam-se os ritmos para perceber cada superfície, escorrem os detalhes e ranhuras como sulcos de vinil sob uma agulha de cristal. E o movimento continua, circular, emaranhando-se nas profundidades e redemoinhos, torna-se um sussurro, uma modulação, inflama-se quando de súbito falta a respiração e percebes que o ar não é indispensável. E o sentes subir em cada contato decisivo das mãos que persistem nas enseadas amplas ou indefinidas da curva ambiciosa inclinada sobre o abismo que desaparece. Uma paisagem à sombra... é o que parece aquele sorriso que te exalta quando recuperas as distâncias e te mantém preso ao contorno das mãos para preservar ainda vivas as sensações. E então, é com a última célula que sabe ouvir que percorres sobre a pele caminhos improvisados e desconhecidos e que te deixam encantado




Traduzione in lingua portoghese della poesia “Acqua”



a cura di Lucie Rufino

JPEG - 61.1 Kb
Opera di Antonella Iurilli Duhamel

Gli altri articoli della rubrica Poesia :












| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | ... | 16 |

30.07.2017